O tucunaré é um dos peixes mais cobiçados da América do Sul, atraindo pescadores do mundo inteiro para o Brasil. Por suas características predatórias, a espécie é um sonho de consumo para a maioria dos amantes de pesca esportiva.

Apesar de ser muito popular no território brasileiro, o peixe não pode ser encontrado em todas as regiões do país, estando localizado em áreas específicas. Pensando nisso, criamos um miniguia para que você aprenda de uma vez por todas como e onde pescar tucunaré em São Paulo. Confira!

Características do peixe

O tucunaré é um peixe de água doce conhecido pela sua fama de briguento. Espécie de hábitos diurnos, ele se alimenta principalmente de camarões e peixes menores. Seu habitat preferido são as áreas de vegetação, próximas às margens dos rios.

Há duas espécies do peixe que são as mais procuradas pelos pescadores: o tucunaré-amarelo e o tucunaré-azul. Suas medidas podem variar, mas podem chegar a pesar 10 quilos e medir 80 centímetros.

O peixe é inteligente e desconfiado, ficando sempre escondido em posições privilegiadas para observar suas presas. Por essas características, ele pode demorar um pouco para fisgar a isca. Tenha paciência e tente o arremesso várias vezes.

Equipamento para pescar tucunaré

O tucunaré tem um bote forte, e muitas vezes é necessário vencê-lo no cansaço. Por isso, independentemente do local em que você está pescando, utilize varas de números entre 8 a 10, de ação média à pesada. 

A linha pode variar conforme a preferência de cada um. Há pescadores que utilizam microfilamento, e outros, multifilamento. O tamanho em torno de 0,20 milímetros oferece um arremesso natural, mas o de 0,40 pode ser mais positivo na hora de içar o peixe. Por essa variação de opiniões, cabe a cada um montar seu próprio kit.

Um item indispensável é o líder de fluorcarbono, já que o peixe costuma brigar feio, buscando abrigo entre galhadas ou próximo a pedras. Esse equipamento deve impedir que a linha se rompa. Os tamanho ideais para a pesca do tucunaré são entre 0,31 e 0,42. 

O líder é um item indispensável para evitar o rompimento da linha durante a briga.

Tipos de iscas para pescar tucunaré

Predador feroz, o tucunaré ataca praticamente todos os tipos de isca que circulam em seu ambiente. Entretanto, as artificiais, de cores cítricas ou esbranquiçadas, são as mais indicados para localizar e atrair a espécie.

Os modelos mais utilizados para pescar tucunaré são as iscas de superfície (como as iscas Popper), as de semi-superfície, as iscas de meia-água (como as Jig), as Spiners ou as Shads, que são consideradas pelos pescadores mais experientes um modelo coringa.

Para atrair o tucunaré da toca até a isca, também pode ser interessante escolher modelos com chocalhos. O peixe ficará irritado e louco para dar o bote.

Truques para a pesca

A escolha correta da isca faz toda a diferença na captura do tucunaré. Entretanto, para ter sucesso na pesca dessa espécie tão procurada, alguns outros truques e dicas podem ser fundamentais e fazer toda a diferença no resultado final da sua captura.

De nada adianta uma boa isca se o pescador não souber como pescar tucunaré corretamente. Para imitar os movimentos naturais feitos pela presa do peixe, lance a isca e dê alguns toques, que podem alternar entre leves e bruscos. O bocudo deixará de manha e ficará tentado a fisgar o anzol.

Outro truque utilizado por muitos pescadores é o lançamento conhecido como flip cast. Basta flexionar a vara para baixo, em direção ao rio, mas soltar a isca somente durante sua subida. Dessa forma, ela repousará na água com mais naturalidade, e o tucunaré não ficará desconfiado.

Antes de se aventurar, conheça bem o ambiente, procure saber a profundidade do ponto de pesca e o tipo de estrutura que você encontrará. Também é muito importante saber o que o tucunaré está acostumado a comer e o tamanho médio da espécie no local. Sempre cheque as condições climáticas e a previsão do tempo para o dia da pesca.

Com essas informações, você pode organizar melhor o tipo de embarcação que vai utilizar e os equipamentos de pesca necessários. Assim, já deu um passo em direção a um resultado positivo em sua pescaria.

Locais de pesca em São Paulo

No Brasil, o tucunaré pode ser encontrado com mais facilidade nas Bacias Amazônicas, no Araguaia-Tocantins, na Bacia da Prata, no Pantanal, no Rio São Francisco e nos açudes do Nordeste. 

Se seu objetivo é a pesca de tucunaré em São Paulo, alguns locais do interior têm grande concentração da espécie. Cidades como Americana, Presidente Epitácio, Panorama, Mairiporã, Pereira Barreto e Ilha Solteira são as mais indicadas.

Para quem mora em São Paulo capital ou região metropolitana, também há como pescar tucunaré na represa de Igaratá. Os peixes não são tão grandes quanto os do Norte e Nordeste do Brasil, porém o bote do animal é sempre o mesmo,  e a sensação de pescá-lo será igualmente prazerosa.

Caso não encontre o peixe nos rios, também existe a opção de visitar um pesqueiro. Conhecido como oásis no interior de São Paulo, a cidade de Guararapes conta com o local perfeito para pescar tucunaré. Fica aberto de quinta a domingo, inclusive nos feriados.

Além dos rios, os pesqueiros são excelentes opções para quem quer pescar tucunaré em São Paulo.

Dicas extras

Ao programar a pescaria de tucunaré, muitos pescadores se preocupam apenas com os equipamentos e se esquecem de outros itens que não podem faltar. O primeiro deles é um protetor solar fator 50, para evitar insolação. Mesmo que você for pescar em horários em que o sol não está tão forte, como pela manhã ou pela tarde, é imprescindível o uso desse item.

O repelente também é um bom companheiro para todo pescador. Para que os mosquitos não atrapalhem sua pescaria, espirre um boa quantidade, e renove a proteção após o período de vencimento do produto, conforme indicado na embalagem.

Por fim, não há como pescar tucunaré sem estar vestindo as roupas adequadas. Use um boné, óculos de sol e máscara com proteção ultravioleta para evitar queimaduras e problemas na visão.

As camisas de pesca são outro item indispensável para um pescador. Isso porque as camisetas normais, geralmente feitas de algodão, não são apropriadas para a prática, pois não têm ventilação adequada, não protegem do sol e podem causar assaduras.

Já as camisas personalizadas próprias para a pesca têm proteção contra os raios ultravioleta, têm uma empunhadura que impede a entrada de insetos e são feitas de tecido dry fit, que permite a circulação de ar, trazendo frescor, conforto e flexibilidade ao pescador.


Na Quisty, você encontra camisas e outros itens que tornam sua pescaria muito mais segura e confortável. As estampas são personalizáveis, e você pode incluir seu nome e de outros membros da sua equipe sem custo adicional. Para conferir os modelos, clique no banner abaixo!