Para quem deseja começar a pescar pintado, é preciso conhecer um pouco mais sobre esse peixe de água doce, também chamado de Brutelo, Caparari, Moleque e Surubim-Caparari, dependendo da região. Ele é um peixe de couro, tem uma coloração levemente cinza e é repleto de pintas pretas que originaram o nome.

Ele tem um corpo roliço e alongado, além de ferrões nas nadadeiras laterais e longos barbilhões. São reproduzidos em novembro e dezembro e gostam de habitar bocas de corixos e de rios, sob camalotes e em locais de fundo arenoso. Mas é devido à dificuldade de retirá-lo da água que a pesca esportiva deste peixe tão exótico é visto como um troféu.

Ficou interessado em encarar esse desafio? Continue acompanhando o texto para se preparar e ser bem-sucedido na pesca!

1. Saiba quais são as melhores iscas para pescar pintado

O pintado é um peixe conhecido por ser carnívoro. Por isso, suas iscas podem ser salsichas cortadas em fatias grandes, massas e pedaços de peixes como os piaus, curimbatás, minhocuçu, turviras, lambaris, entre outros. No caso das artificiais, aposte nos plugs de meia-água e de fundo.

2. Tenha um equipamento adequado para o tipo de peixe

Esse peixe pode chegar a pesar até 80 quilos e tem um tamanho médio de 100 centímetros, podendo alcançar quase 2 metros. Devido a essas dimensões, recomendamos para a pesca o uso de equipamentos reforçados, de ação média/pesada, para que você esteja bem preparado.

Outra ponto é utilizar bons materiais de pesca. Opte por varas para linhas que sejam de 15 a 45Lbs. Os anzóis precisam ser encastoados com dimensão 7/0 até 10/0. Já o molinete ou carretilha deve guardar 100 cm de linha com, aproximadamente, 0,50 milímetros.

3. Conheça as melhores táticas e dicas

Como o pintado possui hábitos noturnos, o ideal é que a pesca seja realizada durante a noite. Porém, você também pode pescá-lo durante o dia, desde que aposte em algumas técnicas para driblá-lo.

Veja bem, essa espécie tem costume de se esconder durante o dia da luz em locais com estruturas, pontes, ilhas, calhas dos rios, árvores, galhadas, entre outras coisas. Por isso, para ter uma chance de pescá-la, é interessante se posicionar próximo a essas regiões.

4. Descubra o que evitar durante a pesca

Além de seguir as dicas e evitar coisas contrárias às indicadas, existem alguns outros cuidados na pesca do pintado. Apesar de poder ser realizada durante todo o ano, o ideal é evitar as épocas de muito frio. Caso contrário, esteja muito bem preparado para o clima, mesmo que o pescador não venha a se molhar muito.

Outro ponto importante que merece atenção é em relação aos ferrões laterais que esse peixe possui. A ferroada é dolorida e apresenta uma espécie de “veneno” que deve ser evitado, deixando essa área do peixe longe do corpo. Caso seja de tamanho menor, é possível segurar firme essa parte para evitar com que se fure.

Por isso, para pescar pintado é preciso estar preparado com um equipamento que resista à luta do peixe. Além disso, não deixe de aplicar todas nossas dicas para que seja bem-sucedido e possa garantir esse troféu.

Gostou de conferir o conteúdo, mas ainda está um pouco perdido no assunto? Então venha conferir nossas dicas simples de por onde começar a praticar a pesca esportiva!

Banner-Blog-Dourado-do-Rio