Para que a pescaria seja um sucesso, há vários fatores envolvidos e que precisam estar em sintonia. Entre os principais estão o local da pesca, o clima, o horário e os equipamentos — um deles é o chicote para pesca.

Estar com todos os equipamentos preparados ajudará no momento de começar a pescar. Anzóis, linhascarretilhas e molinetes são as primeiras coisas que devem ser lembradas na pescaria, mas o chicote de pesca também tem um papel fundamental na hora de capturar o peixe.

Se você ainda tem dúvidas sobre esse apetrecho, confira a seguir o que ele é, quais seus tipos e outras informações sobre esse item!

1. O que é o chicote de pesca e para que ele serve?

Dependendo da espécie de peixe que você vai pescar, será necessário determinado tipo de chicote. São diversos tamanhos, formatos e componentes para produzir um que seja adequado ao estilo de pescaria que será praticado.

Basicamente, o chicote de pesca é um tipo de leader constituído por terminais que são atados à linha principal. Nele são colocados anzóis e chumbos, usados principalmente em pescas de profundidade. O intuito da ferramenta é diversificar as iscas. Para isso, a linha do chicote deve ser mais resistente que a linha mestra e não pode ser colorida. Preferencialmente, deve-se optar pelas linhas feitas de fluorcarbono.

2. Qual tipo de chicote é mais adequado para cada pesca?

Cada pesca pede um tipo específico de chicote. Muitas vezes, o que serve para uma espécie de peixe pode não ser tão eficaz para outra. A escolha também depende do tipo de pescaria (praia, embarcada e outras). Portanto, é preciso conhecer os diferentes chicotes para saber qual o certo para determinada ocasião.

Chicote universal

É o mais simples e serve como base para os demais, podendo ser usado em praticamente qualquer situação, com isca viva ou morta. Tudo o que você precisará é da linha, de um peso redondo ou oliva, do anzol e de um girador.

Chicote mineiro ou Paloma

O segredo desse chicote é o peso, que deve tender para o mais leve. A técnica utilizada é a de copinhos, com a isca solta dentro. Esse tipo de chicote é preferível para pesca de pacus, piaparas e piavaçu.

Chicote para pesca em costões e na praia

Esse tipo de chicote pode levar até 4 anzóis no leader e termina em uma chumbada do tipo pirâmide. Pode ser usado em pescas de água doce ou salgada.

Chicote boiado

Esse chicote é mais usado em rios em lagos, mas também pode ser eficiente na pesca embarcada. A boia deve ter um tamanho proporcional ao chumbo e à isca. O girador fica preso na ponta da linha, com um anzol.

Como vimos, são vários os modelos de chicote para pesca. Para aproveitar ainda mais o momento de capturar os peixes, a utilização de equipamentos de qualidade é fundamental, até mesmo para fazer o chicote. Portanto, certifique-se sempre de investir nas ferramentas e nos componentes certos para a prática da pesca esportiva.

Gostou do conteúdo? Então assine nossa newsletter para receber conteúdos como este no seu e-mail!

Banner-Blog-Dourado-do-Rio