Pescar dourado do mar é quase um objetivo de vida de todo pescador, não é verdade? Um peixe dessa espécie pode alcançar até dois metros de comprimento e atingir até 40 kg. Mesmo as espécimes menores, com cerca de 1,5 metro e por volta dos 10 kg, são um dos maiores orgulhos para quem consegue capturá-las.

Pode parecer difícil, mas não é impossível. Se você não quer perder a chance de fisgar um desses, acompanhe este artigo. Nós mostraremos onde e quando pescá-lo, quais equipamentos utilizar e demais curiosidades sobre esse peixe, que é considerado um dos mais bonitos que existe. Confira!

Locais para encontrar o dourado do mar

Esta espécie é encontrada em mar aberto e pode ser mais facilmente vista na região litorânea, entre o Espírito Santo e Santa Catarina, em águas límpidas e claras. No entanto, o dourado do mar também pode ser encontrado entre o Amapá e Santa Catarina, englobando as regiões Norte, Nordeste, Sul e Sudeste.

Melhor época para pescar dourado do mar

Entre os meses de outubro e março é a melhor época para fisgar esta espécie, quando o dourado fica mais perto das costas, principalmente no Sul e Sudeste. Esse período é bom para pesca, devido às correntes e à temperatura da água, que fica entre 22 e 28ºC. Nos meses de janeiro e fevereiro, a espécie se encontra mais próxima dos costões.

Equipamentos necessários

Não basta saber quando e onde encontrar este peixe. É fundamental utilizar os equipamentos mais adequados, atentando para as linhas, o tipo de isca e demais materiais.

Para pescar um dourado do mar, a vara mais recomendada é a de 30 lb, com molinete de porte médio e capacidade para armazenar de 150 a 220 metros de linha, considerando que a linha ideal é a multifilamento com um leader fluorcarbono de 0,55 mm.

Para esse tipo de pesca, as iscas artificiais de superfície são as mais eficazes. Já nas pescarias de corrico, pode-se utilizar isca natural de farnangaio. E, para capturar o dourado na meia-água, os jumping jigs de corpo alongado também são iscas muito boas.

A melhor técnica de pesca são os arremessos longos com as iscas artificiais de superfície. Em seguida, você deve ir recolhendo e dando pequenos toques para que ele chegue até você.

Curiosidades sobre o dourado do mar

Essa espécie é um verdadeiro encantamento para os olhos de qualquer pescador. Sua coloração brilhante conta com tons metálicos, dourado na barriga e nas laterais e azul no dorso. Sua nadadeira dorsal contém aproximadamente 60 raios e se estende ao longo de todo o comprimento do seu corpo.

A velocidade do dourado do mar e sua maestria em dar grandes saltos também chamam a atenção, fazendo desse peixe um dos mais apreciados pelos pescadores, seja na pesca amadora, seja pelos mais experientes.

A base de sua alimentação são crustáceos, sardinhas, lulas, peixe-agulha, paratis, peixes-voadores e peixes pequenos. É interessante destacar que os dourados são uma espécie migradora. Isso significa que são encontrados em grandes cardumes no alto mar, mas alguns acabam se aproximando da costa para reprodução.

Vale dizer, ainda, que o dourado é um peixe de superfície que costuma seguir objetos à deriva. Nesse sentido, arremessar materiais flutuantes — como troncos de árvores ou galhos — pode servir como sinalizador, funcionando como um atrativo para concentrar os peixes em determinada área.

Por fim, lembre-se de garantir a conservação dessa espécie, praticando uma pesca consciente, sustentável e esportiva. É importante também contar com roupas apropriadas, como camisetas, bonés e máscaras desenvolvidos com tecnologia especial de proteção solar e que dão mais conforto no momento da pescaria.

Agora que já sabe os segredos para capturar este majestoso peixe, que tal providenciar uma camiseta personalizada para o grande dia em que for pescar dourado do mar?